Google+ Followers

9 de mar de 2009

Ser Feliz



Ser Feliz

Ser feliz é muito mais do que chamam de felicidade
Ser feliz é sair sem rumo, é observar o mundo,
é sorrir para um desconhecido, é estender a mão
sem esperar nada em troca.

Ser feliz é tomar um sorvete e se lambuzar como
uma criança, é se apaixonar e ligar o dia inteiro
apenas para saber se seu amor esta bem.

É dar valor à vida e aproveitar estar ao lado de
pessoas que são suas raízes.

Ser feliz é sorrir a toa, é poder manifestar todos os sentimentos, não ter vergonha de chorar e se alguém lhe
disser que chorar é feio e que nunca chorou, pergunte a
este alguém qual foi sua manifestação quando o
médico lhe deu uma palmadinha ao nascer!

Ser feliz não tem preço, o sol, o luar, a vida, o amor,
o vento, o carinho, a amizade, nada se compra tudo se conquista, ser feliz é conquistar!

Ser feliz é sonhar e realizar é buscar
e encontrar e acima de tudo acreditar.

É dedicar tempo para vida, é viver o hoje,
é cultivar o ontem e plantar o amanhã.

E mais do que tudo, ser feliz é perdoar,
e jamais guardar mágoas.

Então seja feliz, muito feliz!

Correr o risco





Rir é correr o risco de parecer tolo.

Chorar é correr o risco de parecer sentimental.

Estender a mão é correr o risco de se envolver.

Expor seus sentimentos é correr o risco de mostrar seu verdadeiro eu.

Defender seus sonhos e idéias diante da multidão é correr o risco de perder as pessoas
Amar é correr o risco de não ser correspondido.

Viver é correr o risco de morrer.

Confiar é correr o risco de se decepcionar.

Tentar é correr o risco de fracassar.

Mas devemos correr os riscos, porque o maior perigo é não arriscar nada.

Há pessoas que não correm nenhum risco, não faz nada, não têm nada e não são nada.

Elas podem até evitar sofrimentos e desilusões, mas não conseguem nada, não sentem nada, não mudam, não crescem, não amam, não vivem.

Acorrentadas por suas atitudes, elas viram escravas, privam se de sua liberdade.
Somente a pessoa que corre riscos é livre!

BASTA UM MINUTO

Um minuto serve para você sorrir:
Sorrir para o outro, para você e para a vid
a.
Um minuto serve para você ver o caminho,
olhar a flor, sentir o cheiro da flor,
sentir a grama molhada,
notar a transparência da água.


Basta um
minuto para você avaliar a imensidão
do infinito, mesmo sem poder entende lo.
Em um minuto apenas você ouve o som

dos pássaros que não voltam mais.

Um minuto serve para você ouvir o silêncio,

ou começar uma canção.
É num minuto que você dará o sim
que modificará sua vida... E basta.

Basta um minuto para você apertar a mão
de alguém e conquistar um novo amigo.
Em um minuto você pode sentir
a responsabilidade pesar em seus ombros:
a tristeza da der
rota,
a amargura da incerteza,

o gelo da solidão,
a ansiedade da espera,
a marca da decepção
e a alegria da vitória...
Quanta vitória se decide num simples momento,

num simples minuto!

Num minuto você pode amar,
buscar, compartil
har, perdoar,
esperar, crer, vencer e ser...

Num simples minuto você pode salvar a sua vida...
Num pequeno minuto você pode incentiv
ar
alguém ou desanima lo!

Basta um minuto para você recomeçar
a reconstrução de um lar ou de uma vida.

Basta um minuto de atenção para
você fazer feliz um filho,
um aluno, um professor, semelhante...

Basta um minuto para você entender
que a eternidade é feita de minutos.