Google+ Followers

22 de ago de 2011

Apenas rotinas


A idéia é a rotina do papel.
O céu é a rotina do edifício.

O início é a rotina do final.
A escolha é a rotina do gosto.

A rotina do espelho é o oposto.
A rotina do jornal é o fato.
A celebridade é a rotina do boato.
A rotina da garganta é o rock.
A rotina da mão é o toque.
O coração é a rotina da batida.
A rotina do equilíbrio é a medida.
O vento é a rotina do assobio.
A rotina da pele é o arrepio.
A rotina do perfume é a lembrança.
O pé é a rotina da dança.
Julieta é a rotina do queijo.
A rotina da boca é o desejo.
A rotina do caminho é a direção.
A rotina do destino é a certeza.
Toda rotina tem a sua beleza.

FERNANDA RODRIGUES


Eu não cubro,Eu me descubro
Eu não embaço,Eu desembaraço
Eu não encolho, Eu me atiro
Eu não me fecho,Eu arrepio
Eu não gelo, Eu incendeio
Eu não amarelo,Eu avermelho
Eu não tremo, Eu estremeço